domingo, 21 de fevereiro de 2010

Minha canção


Deixado em triste abandono
Aflito, perdi o sono
E só, pus-me a cantar.
Compondo a letra do meu sofrimento
Do violão emergiu a cantiga
Que estende a mão amiga
Doando-se a que não tem par.

Cada nota, uma lágrima
Cada solfejo, um suspiro
A debandar em retiro
O
coração a chorar:

'Meu amor
Não me reste como medo da solidão
Não fuja, nem que seja em pensamento vão
Não me deixe ou me abale sem questão
Sei que és quem amo, eu sei...

Os olhares que trocamos antecedem o futuro
Sou teu sonho, tu és minha realidade
Não me acorde com saudade
Nem se iluda com minha mansidão.
Me ame no inverno.
Me perpetue no verão'

E finalizando meus versos
Ouvi,com olhos d'agua repletos
Tua voz a me chamar
Acolhi em teu abraço
A conquistar meu espaço
No teu peito a sussurrar.

19 comentários:

  1. A letra dessa canção ficou linda, queria era ouvir a melodia...

    "Me ame no inverno.
    Me perpetue no verão"

    Já me tornri repetitiva: são lindos os seus poemas!

    milhões de beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, tem presente pra ti no meu cantinho Palavras em vão!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Ana, muito belo, como sempre.
    Bjos, amiga poetisa.

    ResponderExcluir
  4. Um belo texto, adorei andar por aqui. Mto obrigado por sua visita lá em casa, musas, qdo as esposas dos poetas irão entendê-las? Já questionava o poetinha, então ouso tb eu questionar, pra vc minha linda bjos, bjos e bjosssss

    ResponderExcluir
  5. [GRANDE AFECTO É... arrancar um enorme sorriso, quando o rosto é espelho baço com tristeza dentro!]

    eterna e ternamente agradecido, Ana
    Abraçimenso

    Leonardo B.

    | :) |

    ResponderExcluir
  6. Bonito poema, acho que sempre digo isso. Fazer o que?
    É verdade.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá amiga, linda canção para uma bela melodia. Não fosse ele um poema de amor. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Tão belas as tuas palavras... é um doce vir aqui

    ResponderExcluir
  9. Ah, que doce a poesia desse blog!
    Amo vir aqui, de coração.
    Chego a suspirar ao ler teus versos, querida.

    Um beijo.
    E boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Virou música seu poema....achei espetacular...dos melhores.

    ResponderExcluir
  11. Quando chega a paixão nem uma suave canção consegue acalmar o coração.Há sempre o desejo de tornar próximo o distante.Cada segundo que os separa é uma eternidade...

    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. As canções mais belas são transmitidas deste amor infinito que há em ti.
    Admiro-te por demais.
    Incontáveis abraços.

    ResponderExcluir
  13. Muito bonito! Uma bela melodia!

    Beijinho :)

    ResponderExcluir
  14. Sempre maravilhosa!beijos,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  15. Ana,

    Amor correspondido é sempre bom. Acalma a alma!

    ResponderExcluir
  16. Ana
    como sempre um belo poema.


    Cada nota, uma lágrima
    Cada solfejo, um suspiro
    A debandar em retiro
    O coração a chorar:

    Lindo

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  17. É tão gostoso quando isso acontece,,,numa madrugada,,quando a solidão se faz forte,,,começar a entoar versos que viram canção...faz bem pra alma....beijos de otima semana.

    ResponderExcluir
  18. Anaaaaaaaaa!!


    perfeitoooooooooo!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  19. Eita Ana....mandou muito bem, hein? Sensacional!!!

    []s

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras aqui... (mas por favor, sem ctrl c ctrl v :D)

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Minha canção


Deixado em triste abandono
Aflito, perdi o sono
E só, pus-me a cantar.
Compondo a letra do meu sofrimento
Do violão emergiu a cantiga
Que estende a mão amiga
Doando-se a que não tem par.

Cada nota, uma lágrima
Cada solfejo, um suspiro
A debandar em retiro
O
coração a chorar:

'Meu amor
Não me reste como medo da solidão
Não fuja, nem que seja em pensamento vão
Não me deixe ou me abale sem questão
Sei que és quem amo, eu sei...

Os olhares que trocamos antecedem o futuro
Sou teu sonho, tu és minha realidade
Não me acorde com saudade
Nem se iluda com minha mansidão.
Me ame no inverno.
Me perpetue no verão'

E finalizando meus versos
Ouvi,com olhos d'agua repletos
Tua voz a me chamar
Acolhi em teu abraço
A conquistar meu espaço
No teu peito a sussurrar.

19 comentários:

  1. A letra dessa canção ficou linda, queria era ouvir a melodia...

    "Me ame no inverno.
    Me perpetue no verão"

    Já me tornri repetitiva: são lindos os seus poemas!

    milhões de beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, tem presente pra ti no meu cantinho Palavras em vão!
    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Ana, muito belo, como sempre.
    Bjos, amiga poetisa.

    ResponderExcluir
  4. Um belo texto, adorei andar por aqui. Mto obrigado por sua visita lá em casa, musas, qdo as esposas dos poetas irão entendê-las? Já questionava o poetinha, então ouso tb eu questionar, pra vc minha linda bjos, bjos e bjosssss

    ResponderExcluir
  5. [GRANDE AFECTO É... arrancar um enorme sorriso, quando o rosto é espelho baço com tristeza dentro!]

    eterna e ternamente agradecido, Ana
    Abraçimenso

    Leonardo B.

    | :) |

    ResponderExcluir
  6. Bonito poema, acho que sempre digo isso. Fazer o que?
    É verdade.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá amiga, linda canção para uma bela melodia. Não fosse ele um poema de amor. Beijos

    ResponderExcluir
  8. Tão belas as tuas palavras... é um doce vir aqui

    ResponderExcluir
  9. Ah, que doce a poesia desse blog!
    Amo vir aqui, de coração.
    Chego a suspirar ao ler teus versos, querida.

    Um beijo.
    E boa semana.

    ResponderExcluir
  10. Virou música seu poema....achei espetacular...dos melhores.

    ResponderExcluir
  11. Quando chega a paixão nem uma suave canção consegue acalmar o coração.Há sempre o desejo de tornar próximo o distante.Cada segundo que os separa é uma eternidade...

    Um beijo

    ResponderExcluir
  12. As canções mais belas são transmitidas deste amor infinito que há em ti.
    Admiro-te por demais.
    Incontáveis abraços.

    ResponderExcluir
  13. Muito bonito! Uma bela melodia!

    Beijinho :)

    ResponderExcluir
  14. Sempre maravilhosa!beijos,linda semana!chica

    ResponderExcluir
  15. Ana,

    Amor correspondido é sempre bom. Acalma a alma!

    ResponderExcluir
  16. Ana
    como sempre um belo poema.


    Cada nota, uma lágrima
    Cada solfejo, um suspiro
    A debandar em retiro
    O coração a chorar:

    Lindo

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  17. É tão gostoso quando isso acontece,,,numa madrugada,,quando a solidão se faz forte,,,começar a entoar versos que viram canção...faz bem pra alma....beijos de otima semana.

    ResponderExcluir
  18. Anaaaaaaaaa!!


    perfeitoooooooooo!!!

    beijos

    ResponderExcluir
  19. Eita Ana....mandou muito bem, hein? Sensacional!!!

    []s

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras aqui... (mas por favor, sem ctrl c ctrl v :D)