quinta-feira, 18 de março de 2010

O Reencontro

Admito.
Não resisti a dor.
Busquei-te com toda coragem que me foi capaz
Propus tal intensidade que só o bem querer traz
Afoguei-me em tua culpa, em teu erro
Esqueci-me de tuas faltas, de teu desterro
E te procurei.

Não nego.
Satisfiz-me com tuas desculpas sinceras
Com a alegria de quem na felicidade persevera
E, sabedora de tua difícil expressão
Deixei de lado minha dura incompreensão
Tomei tua mão
Tua lágrima enxuguei
Teu sorriso abarquei.

As mãos acharam o tão certo ponto
Dos hálitos quentes, o doce encontro
Os olhos aguaram
As almas se encontraram
De tudo que passamos, escolhemos o ser feliz
Do bem que restou, nosso desejo é ainda matriz

Diante do inevitável
A Vida se refez
Diante do imponderável
A paixão voltou a ter vez
A tristeza findou
O Sol a voltar brilhou
Deixamos todo o resto para depois.

E voltamos a ser novamente Nós Dois.

24 comentários:

  1. Reencontros são mágicos, quando há sentimento! Nos faz querer mais, buscar o imponderável! Tentar ser feliz!
    Um beijo Ana!

    ResponderExcluir
  2. Dois fundidos em um só amor.
    Que lindo, Ana!

    Beijo.
    Obrigada pelo carinho, viu?

    ResponderExcluir
  3. olá Ana, que bonito...
    os perdões de uns ditam muitas vezes as lágrimas de outros, beijo

    ResponderExcluir
  4. Minha querida
    Lindo poema, perdoar quando se consegue é sempre um recomeçar.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga, dois num só coração não? Perdoar faz parte do errar, senão não existia a palavra. Lindo o poema. Além disso os reencontros são sempre bons. Beijos querida

    ResponderExcluir
  6. às vezes cair em tentação vale a pena.

    ResponderExcluir
  7. Cada vez mais tenho admirado sua poesia...
    Bjos, amiga!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia flor!!!

    A paixão é uma ferida que sangra, quando tocada vem com tudo....

    Tenha um lindo final de semana amiga!!

    Se cuida!!
    beijocas

    ResponderExcluir
  9. Nossa, é muito lindo, eu to procurando insistentemente esse estado de espirito em que a tristeza findou e a paixao voltou...toda essa busca...um beijo e um belo final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Dois....sempre melhor do que um!

    Bom fds!

    bj

    ResponderExcluir
  11. Um encontro perfeito do côncavo e convexo, eclipse total de dois corações, sol e lua habitando o mesmo céu no mesmo instante. Perfeito,Ana. Quando se ama a gente perdoa até desculpas esfarrapdas. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Cara, fico passada com você! JURO! fala a verdade, você escreve sobre você? rs....a "facilidade" em expressar com palavras os sentimentos são incríveis! Amiga, é dom! Bora escrever um livro?!
    Bjocas! Gosto muito da sua presença carinhosa no meu cantinho!!

    ResponderExcluir
  13. Adoro seus poemas românticos...rsrsrs

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana,
    Que bom ler reencontros possíveis!
    Bom final de semana!
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente às vezes é assim:
    Tantas você fez que ela cansou
    Porque você, rapaz
    Abusou da regra três
    Onde menos vale mais
    Da primeira vez ela chorou
    Mas resolveu ficar
    É que os momentos felizes
    Tinham deixado raízes no seu penar
    Depois perdeu a esperança
    Porque o perdão também cansa de perdoar

    Gostaria que não fosse, mas às vezes é.

    ResponderExcluir
  16. não lembro quem me disse uma vez... "não acredito no amor, acredito no desejo sincero"
    então...
    que se o reencontro busca o desejo sincero e nada menos que felicidade...
    ainda q depois haja arrependimento,
    o q vale nao é o destino,
    mas
    o caminho.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Qaundo existe amor há esta fusão da alma.

    Lindo poema!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  18. É tão bom fazer as pazes e reencontrar a paixão! Dá vontade de brigar de novo, só para sentir tudo outra vez.

    Beijinhos e obrigada pelas palavras lindas :)

    ResponderExcluir
  19. Ai amiga! Obrigada! Só falta agora eu saber o porque do nome deste blog!!!bjão!!!

    ResponderExcluir
  20. O amor em cada nota musical..é lindo! Agora imagina teu poema... é uma SINFONIA completa.
    Beijo e bom fim de semana.
    Graça

    ResponderExcluir
  21. A vida...Sempre cheia de vida.

    Tenha um ótimo fim de semana.

    bjs

    ResponderExcluir
  22. Tem dia que dói, que magoa, palavras erradas são ditas... Mas depois passa. Que bom que passa!

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  23. HUMMMM...UMA RECONCILIAÇÃO É SEMPRE BEM VINDA ...DESDE QUE VERDADEIRAMENTE SENTIDA .UM BRINDE A ESSE AMOR...

    MUITAS FELICIDADES

    BEIJINHO

    ResponderExcluir
  24. O recomeço é dos inícios mais duros. Eu não costumo olhar pra trás e isso dói.
    Obrigada pelo afago das tuas palavras.

    beijoca pra você

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras aqui... (mas por favor, sem ctrl c ctrl v :D)

quinta-feira, 18 de março de 2010

O Reencontro

Admito.
Não resisti a dor.
Busquei-te com toda coragem que me foi capaz
Propus tal intensidade que só o bem querer traz
Afoguei-me em tua culpa, em teu erro
Esqueci-me de tuas faltas, de teu desterro
E te procurei.

Não nego.
Satisfiz-me com tuas desculpas sinceras
Com a alegria de quem na felicidade persevera
E, sabedora de tua difícil expressão
Deixei de lado minha dura incompreensão
Tomei tua mão
Tua lágrima enxuguei
Teu sorriso abarquei.

As mãos acharam o tão certo ponto
Dos hálitos quentes, o doce encontro
Os olhos aguaram
As almas se encontraram
De tudo que passamos, escolhemos o ser feliz
Do bem que restou, nosso desejo é ainda matriz

Diante do inevitável
A Vida se refez
Diante do imponderável
A paixão voltou a ter vez
A tristeza findou
O Sol a voltar brilhou
Deixamos todo o resto para depois.

E voltamos a ser novamente Nós Dois.

24 comentários:

  1. Reencontros são mágicos, quando há sentimento! Nos faz querer mais, buscar o imponderável! Tentar ser feliz!
    Um beijo Ana!

    ResponderExcluir
  2. Dois fundidos em um só amor.
    Que lindo, Ana!

    Beijo.
    Obrigada pelo carinho, viu?

    ResponderExcluir
  3. olá Ana, que bonito...
    os perdões de uns ditam muitas vezes as lágrimas de outros, beijo

    ResponderExcluir
  4. Minha querida
    Lindo poema, perdoar quando se consegue é sempre um recomeçar.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga, dois num só coração não? Perdoar faz parte do errar, senão não existia a palavra. Lindo o poema. Além disso os reencontros são sempre bons. Beijos querida

    ResponderExcluir
  6. às vezes cair em tentação vale a pena.

    ResponderExcluir
  7. Cada vez mais tenho admirado sua poesia...
    Bjos, amiga!

    ResponderExcluir
  8. Bom dia flor!!!

    A paixão é uma ferida que sangra, quando tocada vem com tudo....

    Tenha um lindo final de semana amiga!!

    Se cuida!!
    beijocas

    ResponderExcluir
  9. Nossa, é muito lindo, eu to procurando insistentemente esse estado de espirito em que a tristeza findou e a paixao voltou...toda essa busca...um beijo e um belo final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Dois....sempre melhor do que um!

    Bom fds!

    bj

    ResponderExcluir
  11. Um encontro perfeito do côncavo e convexo, eclipse total de dois corações, sol e lua habitando o mesmo céu no mesmo instante. Perfeito,Ana. Quando se ama a gente perdoa até desculpas esfarrapdas. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Cara, fico passada com você! JURO! fala a verdade, você escreve sobre você? rs....a "facilidade" em expressar com palavras os sentimentos são incríveis! Amiga, é dom! Bora escrever um livro?!
    Bjocas! Gosto muito da sua presença carinhosa no meu cantinho!!

    ResponderExcluir
  13. Adoro seus poemas românticos...rsrsrs

    ResponderExcluir
  14. Oi Ana,
    Que bom ler reencontros possíveis!
    Bom final de semana!
    Beijos
    Mari

    ResponderExcluir
  15. Infelizmente às vezes é assim:
    Tantas você fez que ela cansou
    Porque você, rapaz
    Abusou da regra três
    Onde menos vale mais
    Da primeira vez ela chorou
    Mas resolveu ficar
    É que os momentos felizes
    Tinham deixado raízes no seu penar
    Depois perdeu a esperança
    Porque o perdão também cansa de perdoar

    Gostaria que não fosse, mas às vezes é.

    ResponderExcluir
  16. não lembro quem me disse uma vez... "não acredito no amor, acredito no desejo sincero"
    então...
    que se o reencontro busca o desejo sincero e nada menos que felicidade...
    ainda q depois haja arrependimento,
    o q vale nao é o destino,
    mas
    o caminho.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Qaundo existe amor há esta fusão da alma.

    Lindo poema!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  18. É tão bom fazer as pazes e reencontrar a paixão! Dá vontade de brigar de novo, só para sentir tudo outra vez.

    Beijinhos e obrigada pelas palavras lindas :)

    ResponderExcluir
  19. Ai amiga! Obrigada! Só falta agora eu saber o porque do nome deste blog!!!bjão!!!

    ResponderExcluir
  20. O amor em cada nota musical..é lindo! Agora imagina teu poema... é uma SINFONIA completa.
    Beijo e bom fim de semana.
    Graça

    ResponderExcluir
  21. A vida...Sempre cheia de vida.

    Tenha um ótimo fim de semana.

    bjs

    ResponderExcluir
  22. Tem dia que dói, que magoa, palavras erradas são ditas... Mas depois passa. Que bom que passa!

    Beijo,
    Nara

    ResponderExcluir
  23. HUMMMM...UMA RECONCILIAÇÃO É SEMPRE BEM VINDA ...DESDE QUE VERDADEIRAMENTE SENTIDA .UM BRINDE A ESSE AMOR...

    MUITAS FELICIDADES

    BEIJINHO

    ResponderExcluir
  24. O recomeço é dos inícios mais duros. Eu não costumo olhar pra trás e isso dói.
    Obrigada pelo afago das tuas palavras.

    beijoca pra você

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras aqui... (mas por favor, sem ctrl c ctrl v :D)