domingo, 24 de janeiro de 2010

Mudanças



Fechei o coração.
Para deixar de amar o invisível
Prantear o desamor
Ser uma, ser só, insensível
Sorrir diante da dor.

Fechei o coração.
A vida parece inerte
Não me firo em seus espinhos
A lágrima verte.
Não há paz em meu caminho.

Fechei o coração.
A flor murchou.
O céu suspirou.
A luz apagou..

Um novo dia, então
Surge sem sombra ou pesar
As nuvens abrem-se em cortinas sobre o mar
Pela fresta da janela, um raio de luar se esgueirou
Devagar, abro os olhos para fora da escuridão:
Voce chegou.
E abriu meu coração.

9 comentários:

  1. "Fechei o coração
    A flor murchou
    O céu suspirou
    A luz apagou"

    Olhando isto quem tem coragem de fechar o coração? É como fechar a janela aos encantos de mil primaveras. Abrir o coração é preciso!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Minha Irmã Querida!

    *Juliana vermelha que nem tomate de vergonha*

    Obrigada demais pelo carinho, poestei no Reticências o poema que vc escreveu pra mim, me emocionou.Poxa nem merecia tanto!
    Brigada

    Quanto a esse poema

    "Fechei o coração.
    Para deixar de amar o invisível
    Prantear o desamor
    Ser uma, ser só, insensível
    Sorrir diante da dor."

    Esse versos definem meu estado atual...

    ResponderExcluir
  3. Ana Cristina,

    O que os olhos vêm, o coração sente!!!

    Um beijo...
    AL

    ResponderExcluir
  4. ...
    Abrir-se para o novo é necessário.
    Abraço
    ...

    ResponderExcluir
  5. Achei lindo o poema que vc fez para Juliana Lira e vim conhecer seu blog.

    Perfeito!

    Fica aqui o convite para conhecer o meu.

    Uma semana de luz.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  6. Impossível fechar o coração para sempre.
    Para ficar insensivel é necessário não te-lo.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Minha querida
    Lindissimo poema...muita inspiração.


    Fechei o coração.
    Para deixar de amar o invisível
    Prantear o desamor
    Ser uma, ser só, insensível
    Sorrir diante da dor.

    adorei...diz-me muito

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Quando a gente fecha o coração é ruim mesmo, parece um flor que murcha, um sol sem brilho, um rio sem água....

    E quando ele se abre com amor e pelo amor...tudo é vida!

    beijo

    (ontem deu certo por aqui. É de vez em quando)

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras aqui... (mas por favor, sem ctrl c ctrl v :D)

domingo, 24 de janeiro de 2010

Mudanças



Fechei o coração.
Para deixar de amar o invisível
Prantear o desamor
Ser uma, ser só, insensível
Sorrir diante da dor.

Fechei o coração.
A vida parece inerte
Não me firo em seus espinhos
A lágrima verte.
Não há paz em meu caminho.

Fechei o coração.
A flor murchou.
O céu suspirou.
A luz apagou..

Um novo dia, então
Surge sem sombra ou pesar
As nuvens abrem-se em cortinas sobre o mar
Pela fresta da janela, um raio de luar se esgueirou
Devagar, abro os olhos para fora da escuridão:
Voce chegou.
E abriu meu coração.

9 comentários:

  1. "Fechei o coração
    A flor murchou
    O céu suspirou
    A luz apagou"

    Olhando isto quem tem coragem de fechar o coração? É como fechar a janela aos encantos de mil primaveras. Abrir o coração é preciso!

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Minha Irmã Querida!

    *Juliana vermelha que nem tomate de vergonha*

    Obrigada demais pelo carinho, poestei no Reticências o poema que vc escreveu pra mim, me emocionou.Poxa nem merecia tanto!
    Brigada

    Quanto a esse poema

    "Fechei o coração.
    Para deixar de amar o invisível
    Prantear o desamor
    Ser uma, ser só, insensível
    Sorrir diante da dor."

    Esse versos definem meu estado atual...

    ResponderExcluir
  3. Ana Cristina,

    O que os olhos vêm, o coração sente!!!

    Um beijo...
    AL

    ResponderExcluir
  4. ...
    Abrir-se para o novo é necessário.
    Abraço
    ...

    ResponderExcluir
  5. Achei lindo o poema que vc fez para Juliana Lira e vim conhecer seu blog.

    Perfeito!

    Fica aqui o convite para conhecer o meu.

    Uma semana de luz.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  6. Impossível fechar o coração para sempre.
    Para ficar insensivel é necessário não te-lo.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Minha querida
    Lindissimo poema...muita inspiração.


    Fechei o coração.
    Para deixar de amar o invisível
    Prantear o desamor
    Ser uma, ser só, insensível
    Sorrir diante da dor.

    adorei...diz-me muito

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  8. Quando a gente fecha o coração é ruim mesmo, parece um flor que murcha, um sol sem brilho, um rio sem água....

    E quando ele se abre com amor e pelo amor...tudo é vida!

    beijo

    (ontem deu certo por aqui. É de vez em quando)

    ResponderExcluir

Deixe suas palavras aqui... (mas por favor, sem ctrl c ctrl v :D)